Natal: Como manter a saúde e a tradição "sentados" à mesa?

Natal: Como manter a saúde e a tradição "sentados" à mesa?

Natal: Como manter a saúde e a tradição "sentados" à mesa?

Texto da autoria da Dra. Diana Ferreira – Nutricionista na Polidiagnóstico Leiria
Natal… dia cheio de tradição! É tão esperado, até porque só acontece uma vez por ano.
Se no seu lar é tradição haver o bolo-rei, as rabanadas e o peru, considero que deve manter esta tradição que o fará recuar à sua infância, a momentos felizes de reunião e partilha! Devemos ter em conta que o mais importante é o que fazemos em todos os outros dias do ano, se cumprimos uma alimentação saudável e equilibrada, se praticamos exercício físico e se bebemos muita água. No Natal, devemos manter alguns destes princípios saudáveis, fazer pequenas alterações às receitas tradicionais, comer em pequena porção e ... ter a noção que o Natal é uma noite e um dia, não uma semana ... ou um mês!
 
 
Princípios para um Natal mais equilibrado:

-Iniciar as refeições por uma sopa de legumes sem batata - irá promover uma maior sensação de saciedade e certamente que tomará decisões alimentares com mais tranquilidade, conseguindo comer mais devagar e em menor quantidade;
-No dia 24, não saltar refeições: comer de três em três horas neste dia é muito importante para que não chegue ao jantar cheio de fome;
-Nunca adote a mentalidade "perdido por 100, perdido por 1000...", é muito diferente recuperar de um excesso calórico de 500 kcal do que de 2000 kcal;
-No dia 25, desafie a sua família a uma caminhada ao ar livre, longe da confusão;
-No final do dia 25, arrume a mesa e opte por distribuir alguns pratos, congelar outros e garanta que não enche o seu frigorífico de sobras. O ato de congelar irá manter as propriedades dos pratos e garantir que, num momento festivo, tenha logo uma opção facilmente disponível.
 
 
Tradição com saúde:

-No prato principal de peru ou bacalhau, se já sabe que irá comer em maior quantidade neste dia, opte por acompanhar esta proteína por legumes / salada (fontes de fibra, vitaminas e minerais) e reduza a quantidade de acompanhamento de arroz ou batata - além disto, não coma os molhos ou pele excedente da confeção;
-Invista em saladas e legumes como um acompanhamento nutritivo que irá facilitar a digestão dos restantes alimentos;
-No bolo rei, saiba que a fruta cristalizada é uma fonte muito elevada de açúcar, assim, opte por uma pequena porção ou retire parte desta fruta cristalizada - o bolo rainha poderá ser uma melhor opção, mas note que os frutos secos são muito calóricos;
-Nas rabanadas, opte por fatias mais finas e, em vez de fritar, levar ao forno ou fazer em frigideira anti aderente; 
-Os sonhos ou filhoses deverão ser maiores em volume, para uma menor área de absorção de gordura;
-Na preparação e confeção de doces, reduza o açúcar definido na receita, substitua alguns ovos inteiros por claras, parte da farinha de trigo refinado por farinha integral e os produtos lácteos pela sua versão magra, com menos teor de gordura;
-No que respeita a bebida, a água será sempre a melhor opção por isso deverá intercalar a bebida de eleição com água;
-Sugiro uma água aromatizada de frutos vermelhos, canela e gengibre na sua mesa de Natal, fará as delícias dos seus convidados e quem bem que ficará na sua mesa.
-Para finalizar, reforço uma ação para um Natal mais feliz: escolha produtos locais, promovendo a biodiversidade e o emprego local!
 
Partilhar:
Ao navegar pelo nosso website e/ou utilizar os nosso serviços aceita o uso de cookies. Fechar esta notificação